Leonardo Brito

LIFTING DA FACE

Com o passar dos anos, o rosto vai sofrendo uma série de alterações que contribuem para a aparência de envelhecimento: perda da elasticidade, levando ao excesso de pele; vincos entre o nariz e a boca provocados pela gravidade; rugas na testa, nos olhos e em outras áreas. E é para suavizar esses efeitos do tempo que o lifting da face é indicado, atuando sobre músculos, retirando o excesso de pele e devolvendo a jovialidade sem modificar os traços originais do rosto.

Resumo Face

Alterações corporais: Remoção de flacidez e elevação de estruturas da face
Duração: 4 horas
Anestesia: Local com sedação ou geral
Uso de dreno: Sim
Tempo de internamento: 1 dia
Dirigir: Após 7 dias
Cicatrizes: Tamanho e forma variáveis
Drenagens: Sim
Observação: Pode associar-se a plástica das pálpebras e nariz e preenchimentos

Indicações

Tratamentos não cirúrgicos até podem ajudar a minimizar as interferências do tempo, mas só um procedimento cirúrgico é capaz de proporcionar resultados mais visíveis e duradouros. Mas lembre-se de que a ritidoplastia é uma cirurgia que deve atender ao desejo do paciente e não se basear na intenção de agradar aos outros.

PROCEDIMENTO CIRÚRGICO

Diferentes etapas compõem uma ritidoplastia, mas diferentes procedimentos podem contribuir para uma otimização do lifting da face.

Implantes faciais
Aumento de tecido mole para remodelar o rosto
Peeling, dermoabrasão ou laser para melhorar tonalidade e textura
Preenchimento das rugas

Plano cirúrgico:
Anestesia – O médico avalia cada caso para determinar se o procedimento exige anestesia geral ou local com sedação.
Incisão – De acordo com o desejo e a necessidade de cada paciente, é escolhido um procedimento adequado: lifting tradicional, lifting com incisão limitada ou lifting de pescoço. Na incisão do lifting tradicional, o corte começa no couro cabeludo temporal, contorna a orelha e termina no couro cabeludo inferior, onde gorduras são esculpidas, tecidos são reposicionados e músculos são elevados. Para melhores resultados no pescoço, uma segunda incisão pode ser feita abaixo do queixo. Já o lifting de pescoço, com incisões que começam na altura do lóbulo da orelha e terminam na parte inferior do couro cabeludo, pode melhorar o aspecto de papadas, peles flácidas no pescoço e acúmulo de gordura sob o queixo.
Fechamento das incisões – As cicatrizes do lifting são camufladas pelo couro cabeludo e pelo contorno natural do rosto.
Resultados – Após a diminuição de inchaços e hematomas, é possível notar aparência restaurada, pele mais jovial e descansada e autoestima renovada.

PÓS-OPERATÓRIO

Bandagens podem ser grandes aliadas para ajudar na absorção de inchaços e hematomas, usando também, caso necessário, um dreno temporário para retirar excessos de sangue e fluido.