Leonardo Brito

CIRURGIA PÓS-EMAGRECIMENTO

Após uma perda de peso significativa, é normal o corpo perder a elasticidade e produzir excessos de pele que se concentram em áreas visíveis, causando um aspecto que gera desconforto. Neste caso, onde houve uma redução drástica por cirurgia ou dieta, o procedimento pode ser indicado após o paciente ter atingido o peso ideal. Mas é sempre bom lembrar: como em qualquer cirurgia plástica, essa deve ser realizada em um centro cirúrgico, com um cirurgião plástico membro da sociedade brasileira de cirurgia plástica, acompanhado de um anestesista.

RESUMO

Alterações corporais: Adequação do tamanho e forma.
Duração: 2 horas.
Anestesia: Local e sedação ou geral.
Usa dreno: Não.
Tempo de internamento: 1 dia ou day clinic.
Dirigir: após 4 dias.
Cicatrizes: 0,5 cm
Drenagens: Sim.
Observação: Pode associar a cirurgia funcional com otorrino.

Indicações

O objetivo desse procedimento é levantar a pele caída ou enrugada, bem como extrair o seu excesso. Porém, é importante lembrar que muitos fatores influenciam o resultado e a qualidade das cicatrizes: idade, formas do corpo, qualidade da pele a ser tratada. A boa notícia é que o nível de satisfação dos pacientes é extremamente alto, tornando as cicatrizes aceitáveis.

PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS

Exames detalhados aliados a uma avaliação médica definem os procedimentos adequados para cada caso. Entre os mais comumente indicados, estão:

Body lift:
Corrige flacidez nas áreas do abdome, nádegas, virilha e culotes através da combinação dos procedimentos que forem possíveis. É comum a necessidade de múltiplas intervenções. As incisões variam de acordo com a sobra de pele a ser retirada.

Elevação da mama:
Corrige seios caídos com incisões de acordo com a quantidade de pele a ser removida. Pode ser uma incisão ou uma combinação de incisões: circular em volta do mamilo, partindo da aréola até o sulco da mama e ao longo do sulco da mama. Caso também exista a necessidade de ajustar forma e tamanho da mama, pode-se indicar a colocação de próteses.

Lifting de braço:
Corrige flacidez nos braços com uma incisão que inicia na axila e segue até a parte interna do braço. Em alguns casos, incisões adicionais são necessárias, mas é possível ver resultados satisfatórios após os inchaços serem absorvidos pelo organismo.

Lifting de coxa:
Corrige flacidez na coxa, remodelando os seus contornos com incisões que partem da virilha e podem se estender até o joelho. Já no caso de harmonizar a parte externa, diferentes incisões são feitas para proporcionar contornos mais suaves. Melhorar o contorno da parte externa da coxa pode requerer uma incisão diferente, através da qual o cirurgião plástico irá definir os tecidos, objetivando contornos mais suaves. Curativos e bandagens, assim como um dreno para retirar excessos de sangue e fluido, podem ser usados após a cirurgia.

Plano cirúrgico:
Anestesia – Através de uma avaliação médica, será definida qual a recomendação de anestesia — local com sedação, peridural ou geral — para proporcionar o conforto do paciente durante o procedimento. Incisão – Toda cirurgia de correção corporal exige incisões, e o seu comprimento vai depender da avaliação do cirurgião. Porém, as técnicas evoluíram muito com o passar dos anos e, hoje, incisões são geralmente feitas em locais estratégicos, muitas vezes camufladas pelas roupas.